Simples Assim


A história e a receita do clássico Fettuccine all’Alfredo

Apesar de a foto não ser minha, esse é o verdadeiro aspecto do Fettuccine all’Alfredo
Meu marido diz sempre que quinta é dia de massa.Segundo ele é tradição em São Paulo. Procuro sempre atender seu pedido de fazer uma massa nesse dia aqui em casa.
Quinta passada pedi que ele fizesse uma de sua preferência.Já falei aqui o quanto ele gosta de cozinhar e o quanto capricha no preparo de suas receitas. Ele optou pelo clássico Fettuccine all’Alfredo.Uma receita fácil, com poucos ingredientes, mas com um sabor delicioso.O problema é que é bastante calórico, pois leva 200g de manteiga!!! Mas dá para fazer com menos, sem alterar o sabor.
E como gosto de história, saber a origem de alguns clássicos da cozinha, fiz uma rápida pesquisa para saber  como surgiu esse prato. Li um artigo  no caderno Paladar do jornal Estado de São Paulo, que conta toda a história da famosa massa.Trago para vocês o que aprendi , mas vale a pena ler o excelente artigo de Virgílio Freire.
Em 2008 comemorou-se o centenário da invenção do Fettuccine all’Alfredo. Oficialmente, ele surgiu em 1908, por obra do cozinheiro Alfredo Di Lelio ou “Alfredo I”, cuja mulher, Inês, após dar à luz ao primeiro filho do casal, começou a sofrer de anorexia. Temendo pela saúde dela, Alfredo foi à cozinha e voltou com uma irresistível porção de fettuccine artesanal, de sêmola de grano duro, em molho cremoso à base de manteiga e parmesão. “Se não te agrada, diga-me imediatamente, porque eu como”, provocou o marido. Bastou olhar o prato para Inês recuperar o apetite.
 Há quem diga que ele não inventou nada. Apenas teria adaptado uma antiga receita romana – o fettuccine al triplo burro (três vezes manteiga). O fato é que, ao colocá-la no cardápio do restaurante, passou a ganhar dinheiro. A casa se encheu de clientes. Hoje, não faz o mesmo sucesso do passado, mas permanece concorrida. Todas as personalidades do mundo que visitaram a capital italiana até a década de 80 foram saborear o prato no Il Vero Alfredo, localizado na Piazza Augusto Imperatore, 30, centro histórico da capital italiana.
Curiosidades à parte, o que importa é que a receita é deliciosa e uma excelente opção para uma quinta de massas. E não esqueça: o verdadeiro fettuccine a’lla Alfredo só leva manteiga e queijo parmesão.Nada mais
Fettuccine all’Alfredo
Ingredientes:
  • 300 g de fettuccine
  • 200 g de manteiga ralada grossa ou picada em pedaços pequenos (deixe em temperatura         ambiente  por 1h antes de utilizar)
  • 100 g de queijo parmesão ralado fino

Modo de preparo

  • Cozinhe a massa até ficar “al-dente”, seguindo as instruções da embalagem.
  • O sal é a gosto, lembrando que o queijo parmesão já é bem salgado.
  • Quando estiver quase pronta, esquente bem uma travessa funda( pode ser com água quente) e coloque metade da manteiga para derreter com o calor.. Nem a manteiga nem o queijo vão ao fogo.
  •  Escorra a massa, jogando um pouco da água em que foi cozida na travessa.
  •  Junte quase todo o queijo ralado em lascas e o resto da manteiga à água (no prato) e misture para fazer o molho, que deve ficar com uma consistência cremosa.
  • Depois é só colocar o fettuccine na tigela, misturar bem e jogar o resto do queijo ralado por cima.
  • Simples Assim;
E não se esqueçam de participar  da Promoção Simples Assim e Geleias Arriver.Faltam 07dias. Confiram no link. 
Outras massas que passaram por aqui:
                                                                                                (Lylia)

  1. HISTORY OF ALFREDO DI LELIO CREATOR OF “FETTUCCINE ALL’ALFREDO”
    We have the pleasure to tell you the history of our grandfather Alfredo Di Lelio, creator of this recipe in the world known.
    Alfredo di Lelio opened the restaurant "Alfredo" in Rome in 1914, after leaving his first restaurant run by his mother Angelina Rose Square (Piazza disappeared in 1910 following the construction of the Galleria Colonna / Sordi). In this local spread the fame, first to Rome and then in the world, of "fettuccine all'Alfredo". In 1943, during the war, Di Lelio gave the local to his collaborators.
    In 1950 Alfredo Di Lelio decided to reopen with his son Armando (Alfredo II) his restaurant in Piazza Augusto Imperatore n.30 "Il Vero Alfredo", which is now managed by his nephews Alfredo (same name of grandfather) and Ines (the same name of his grandmother, wife of Alfredo Di Lelio, who were dedicated to the noodles).
    In conclusion, the restaurant of Piazza Augusto Imperatore is following the family tradition of Alfredo Di Lelio and of his notes noodles (see also the site of “Il Vero Alfredo” http://www.alfredo-roma.it/).
    We must clarify that other restaurants "Alfredo" in Rome and in Italy do not belong to the family tradition of "Il Vero Alfredo" of Piazza Augusto Imperatore in Rome.

    Best regards Alfredo e Ines Di Lelio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias