Simples Assim


Vou ali e já volto, mas antes uma empadinha de palmito

Foto e empadinha da Dan
 Infelizmente vou precisar me ausentar por uns cinco dias. Minha expectativa é estar de volta aqui na próxima quarta-feira (18), vou deixar programado apenas o post do dia 14, para a Blogagem Coletiva proposta pela minha Angela, do Ora Pitangas, para homenagear  nossa querida  Glorinha.
Mas, antes de sair  vou deixar a receita dessas deliciosas Empadinhas de Palmito, que minha querida Dani, do blog.Cozinha Franca ,  levou ao nosso memorável encontro.Por sinal,  sempre que lembro do nosso evento, fico pensando que ainda é possível se estabelecer relações sem outros interesses senão a amizade pela amizade. E isso, nos dias de hoje, é coisa rara, daí a preciosidade que é  cultivá-las, pois como já nos ensinou Exupéry ” somos responsáveis por aquilo que cativamos”.
Até a volta e não esqueçam de mim, pois voltarei com muitas novidades.
Empadinhas de Palmito 
(segundo a Dani, sua receita foi inspirada em uma desse blog )

Ingredientes:

Massa

  • 500g de farinha de trigo
  • 250g de manteiga sem sal, gelada e cortada em cubinhos
  • 2 ovos
  • 1 gema
  • 1 colher de chá de sal
  • água gelada, se necessário

Recheio

  • 250ml de leite integral
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 1/2 colher de sopa de farinha de trigo
  • 1 folha pequena de louro
  • 1 cravo
  • 1/4 de cebola
  • Noz moscada ralada na hora, para aromatizar o leite
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 cebola bem picadinha
  • 1 dente de alho bem picadinho
  • 3 tomates maduros sem casca e sem sementes, picados
  • 1 vidro de palmito (mais ou menos 300g, drenado)
  • 200g de catupiry
  • Um punhado de salsinha picada
  • Sal e pimenta-do-reino
  • 1 gema
  • 1/2 colher de sopa de azeite
  • Uma micro pitada de açúcar e de sal para pincelar

Preparo da Massa:

  • Na tigela da batedeira, coloque a farinha, a manteiga gelada em cubinhos e o sal
  • Usando a pá, bata a mistura na velocidade mais baixa, até virar uma farofa. Se não tiver a batedeira, misture delicadamente usando as pontas dos dedos.
  •  Bata os ovos junto com a gema e acrescente na farofa. Continue batendo, até virar uma bola. Se necessário, acrescente um pouco de água gelada para dar liga.
Recheio

  • Coloque o leite numa panela, espere chegar à fervura, desligue o fogo e coloque a folha de louro, o cravo, a cebola e um pouquinho de noz moscada ralada.
  • Tampe a panela, e deixe repousando por 30 minutos, para aromatizar o leite. Depois desse tempo, coe o leite e descarte os temperos.
  • Corte o palmito em cubinhos.
  • Numa panela pequena, derreta a manteiga e em seguida coloque a farinha.
  • Mexa até virar um creminho. Aos poucos, vá acrescentando o leite já aromatizado e morno, mexendo vigorosamente até o leite incorporar-se totalmente.
  •  Continue mexendo até o creme engrossar.
  • Desligue o fogo, tempere com sal e pimenta-do-reino e reserve. Isso é um molho béchamel!
  • Numa outra panela, em fogo médio, coloque o azeite e refogue a cebola até ficar bem macia, mas sem ganhar cor.
  • Junte o alho, mexa por alguns segundos. Aumente o fogo e em seguida coloque o tomate concassé e o palmito.
  • Refogue por uns 4-5 minutos e em seguida, coloque o béchamel e o catupiry.
  • Mexa somente até ficar bem homogêneo, desligue o fogo e acrescente a salsinha picada. Espere esfriar totalmente antes de rechear as empadas.
Montagem

  • Pegue um pedaço de massa e vá abrindo com os dedos até cobrir toda a forminha.
  •  Coloque uma colherada do recheio já frio, preenchendo toda sua cavidade.
  •  Pegue mais um pedaço de massa, abra com um rolo e corte um círculo de massa, usando um cortador redondo.
  • Cubra a forminha com o círculo de massa, e modele até ficar bem fechada.
  • Se desejar, corte um pedaço pequeno de massa para fazer um desenho bonito no topo.
  • Misture as gemas com o azeite e as micro pitadas de sal e açúcar, e pincele as empadas. Leve-as ao forno ao forno pré-aquecido 180ºC, sob uma assadeira retangular grande e retire-as quando estiverem douradas na superfície.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias