Simples Assim


Receita de família – Falso Rocambole

Não ficou bonito?
 Na minha juventude não havia internet, celular e outras modernidades que cercam nossa vida e, com certeza, a tornam bem mais prática. Como eu já gostava muito de culinária, de copiar receitas, estava sempre recortando e colando em caderninhos. Quando fui casar, separei um caderno especial, fiz uma capa bem bonita e passei a copiar aquelas que minha mãe fazia e que mais gostava. Era um trabalhão…Mas ao mesmo tempo, um prazer indescritível.Cada vez que escrevia me imaginava fazendo e comendo aquilo. Muito bom. E hoje, passados mais de 30 anos, esse caderno ainda está comigo, todo marcado de dedos sujos de comida, respingos de massa,, mas carregados de recordações e de muita história. Folheá-lo é um prazer sempre renovado.
Outa dia, me dei esse prazer e quando vi essa receita lembrei logo do sabor e, como tinha uma carne móida na geladeira, corri para prepara-la. Fiz algumas alterações, como misturar mandioca à massa, pois não tinha 1 kg exato de carne moída descongelada.
Ficou delicioso, macio e rendeu bastante. Servi com uma salada caprese e arroz integral. Uma deliciosa refeição!
Vejam só como meu caderninho está maltratado
A massa estendida com o recheio.Ficou bem colorido.

Falso Lombo
Ingredientes da massa:

  • 1 kg de carne moída magra ( coloquei alcatra. Misturei 600 g de carne com 400 g de mandioca cozida e espremida)
  • 150 g de bacon moído
  • 1 cebola ralada
  • 3 dentes de alho amassados
  • sal e pimenta do reino branca moída
  • Salsa e Cebolinha picados
  • 2 colheres (sopa) queijo parmesão ralado
  • molho inglês ao gosto ( coloquei 1 colher de chá)

Ingredientes do recheio:
Pique em pequenos pedaços:

  • ovos cozidos
  • presunto
  • queijo muçarela
  • azeitona
  • tomate cereja
  • ameixa ( a ameixa deu um gostinho todo especial)

Acrescente  requeijão para o recheio ficar cremoso ( não fiz isso,mas acho que assim ficaria melhor)
Como fazer

  • Amasse a carne para misturar bem os temperos.
  • Abra com um rolo em cima de papel manteiga.
  • Por cima espalhe o recheio e enrole cuidadosamente.
  • Coloque pedacinhos de manteiga por cima , shoyu e polvilhe farinha de rosca com queijo ralado.
  • Coloque em assadeira untada e polvilhada
  • Leve ao forno médio pré-aquecido por 50 minutos.

Outras opções com carne moída Simples Assim:
Torta de Carne Moída
Bolo de Carne da Sra.Bean
Torta de Carne Moída com Banana

  1. Que receita maravilhosa Lylia! Eu começei a fazer um caderno assim, mas ele se perdeu no meio de tantas mudanças… Guarde o seu a sete chaves pois é uma reliquia! Um dia eu pedi o da minha mãe emprestado e ela não emprestou! hahahahaha Acredita?! Mas um dia eu ainda pego o dela!
    Beijos

  2. Ficou apetitoso Ly, Acho que fazer um caderno de receitas é sempre um prazer e rever tudo o que já fizemos e todas estas marcas do tempo são uma emoção indescritível. Imagine só os seus tataranetos descobrindo este tesouro! Pena que as minhas avós não deixaram nada por escrito, tudo era sempre na memória (como elas conseguiam?)e aí muitas coisas se perderam.
    A gente se vê no encontro?
    Beijos mil
    Fabiola

  3. Lylia, tbm fiz um caderno de receitas pouco antes de casar com as melhores receitas testadas da minha mãe, isso tem 20 anos…uma deliciosa recordação!O meu tbm está amarelado, respingado e até com uma queimadura na contra capa, pois o esqueci sobre a chama ligada, dã!!Mas essas são marcas da cozinha que tem sempre fogão aquecido e bolos sobre a bancada, cadernos ainda novos seriam chatos!rs,
    Seu falso rocambole ficou muito convidativo e apetitoso, parabéns!
    Bj e uma linda tarde!

  4. Lylia, eu também tentei ter um caderno de receitas, mas aí eu tive a minha segunda filha e ela tomou de conta. Hoje continuo tentando, mas com um caderno novo claro!rs… mesmo com a facilidade da internet, acho legal termos sempre a mãos receitinhas que a gente gosta.

    Por coincidência, essa semana aqui em casa foi da carne moída, ela reinou na nossa mesa. rs… eu também fiz rocambole, assim como o seu tinha até bacon na carne também, mas pra dar a liga eu usei farinha de rosca, do mesmo jeito que minha mãe faz com a almondega.

    A galerinha aqui gostou a bessa.

    Bjuuu!!!

  5. Deve ficar uma delícia amiga! Misturar mandioca com a carne moída…gostei dessa idéia! Essas receitas de família geralmente são maravilhosas.
    Eu também tenho um caderninho com receitas que copiei de minha mãe.Aliás tenho dois, um com receitas salgadas e outro com doces.
    Tenha um ótimo dia amiga!
    bjus!

  6. Acho que sou a única pessoa nesse mundo que não sente saudades da comida da mamãe, que só sabia fazer macarrão com manteiga e ovo mexido. Seu caderno de receitas era o livro da D. Benta,bem pouco usado.De onde tirei meu gosto pela culinária?

  7. Oi querida, vim retribuir o carinho da visita e fique encantada!
    Tb tem um caderno assim…eu diria que mais sofrido, até… hahahah
    Coisas melhores que estas receitinhas, são mesmo as lembranças, não?
    Seguindo com alegria seu cantinho! e assinarei o feede tb, pq não quero perder mais nada! beijokas!!!!!!
    marilze

  8. Querida Lylia
    Minha mãe também tinha um caderno de receitas, com as folhas amareeeeelas:) Herdei algumas folhas, pois ele despedaçou-se após mais de 30 anos de uso:(
    A minha cunhada faz um rocambole muito parecido com o teu! E' uma receita mineira, que faz o maior sucesso na família e imagino que com a tua receita não é diferente!
    Um grande abraço
    Léia

  9. Lylia querida, sabe que tenho um caderno parecido? Herdei de mamãe também, e comidinha de mãe é inigualável. Adoro esse tipo de rocambole, ficam ótomos acompanhados de uma saladinha. Adorei sua receita. Excelente. Beijinhos

  10. Querida Lylia,

    ADOREI ver o seu caderninho… traz-me à memória os que também tinha e já nem uso precisamente devido às inovações e ao computador…
    Mas sinceramente, há coisa do antigamente que me dão muitas saudades…

    Adorei a sua torta de carne, ficou com um aspecto delicioso, amiga !

    Beijinhos

  11. Queridos Augusto, Ricardo, São, Teresa, Chica, Camila, Vania, Rafael, Andrea, Fabiana, Sophia, Erica, Fabiola, Carla, Sandra, Ilda, Cristina, Rosinha,Valéria, Oslaine, Irene, ANa Paula, Carolina, Yves, Lili, Renata , marilze, Léia, Josy e ISabel

    Como é bom partilhar com vocês.Sinto como estivesse conversando.Obrigada por estarem aqui.
    Bj e ótimo fim de semana,
    Lylia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” O cozinheiro é um artista que vê no ingrediente uma tela em branco.Nos temperos as tintas e então com sua alma criativa mescla textura, formas e sabores, fazendo do prato de comida a mais pura obra de arte.”

Marina de Carvalho Mendes

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Categorias