Simples Assim


Descomplique seu Natal – Por um Natal mais leve

O presépio da minha casa
É uma pena que nessa época as pessoas estejam tão estressadas, de mau humor e preocupadas principalmente com os valores materiais do Natal e, com isso,  acabem perdendo o mais bonito que ela tem: a boa nova do nascimento de Jesus que veio instaurar um novo tempo entre nós. Mesmo para aqueles que não crêem , vale a pena aproveitar os sentimentos de fraternidade que o Natal inspira.
 Descomplique seu Natal – Este é o título de um livro que uma das minhas irmãs, Beatriz, me deu no Natal de 2004, quando todos da minha família – pais, irmãs, sobrinhas, cunhados – passaram esta festa conosco em Brasília. Na dedicatória ela dizia que ” um Natal descomplicado é uma certeza de um Natal feliz“.Concordo com ela, é isso mesmo. O Natal deve ser Simples Assim para ser mais feliz.
 O livro apresenta 100 maneiras de ” reduzir o stress e encontrar alegria no  Natal “, como bem diz a autora, Elaine St. James. Como eu gosto de tudo simples assim, o livro me ajudou muito a encarar essa festa ,que tanto gosto, com mais alegria, leveza e simplicidade tornando-o realmente um momento muito especial.
Joy to the world
 Então, para que vivamos melhor esse tempo, trouxe umas dicas que recolhi desse livro e que , com certeza, vão nos ajudar a caminhar com mais calma nesses dias.
1 – Monitore seu nível de estresse:
Se o seu Natal é cansativo, se você não consegue encontrar meia horinha para comer um lanche rápido ou parar para descansar um pouco e quase sempre acaba chorando , é sinal de que está fazendo demais. É hora de parar e fazer uma reavaliação;
2 – Simplifique
Simplificar as festas não é o mesmo que se organizar.Quando você se organiza, apenas redistribui a mesma carga pesada. Quando simplifica, realmente elimina boa parte dela. Simplificar significa fazer menos de forma que faça vc gostar mais. É fazer menos a fim de que você disponha de mais tempo.
3 – Pare de ser perfeccionista
Descubra que o Natal pode ser maravilhoso mesmo não sendo perfeito do jeito que você planejou. A espontaneidade pode substituir as tradições e todos ficarão mais relaxados e se divertirão mais.E não esqueça que as melhores lembranças vêm das ocasiões especiais.Não é porque você não vai ter tempo de fazer aquela sobremesa que tanto queria que o Natal vai perder seu brilho.
4 – Encontre o meio termo
Quanto da tensão do Natal está ligada ao nosso modo inconsciente de viver de acordo com os hábitos de consumo dos outros? Conviver com do mesmo nível social facilita a compreensão familiar quando o assunto é reduzir os gastos: junte – se a pessoas que o amam pelo que você é , e não pelo tipo de presentes que você pode dar no Natal.
5 – Lembre do que você mais adorava no Natal
Um dos primeiros passos para simplificar o Natal é relembrar as cosias que você realmente adorava nele. Se você analisar profundamente, verá que essas coisas não tomam muito do seu tempo, nem mesmo custam tanto dinheiro.
6 – Analise o mito de “Feliz
Muito da graça do Natal se perdeu devido à tremenda pressão sofrida para que a festa saía perfeita e à expectativa de dar presentes e de se divertir. Para muitas pessoas, o Natal pode ser tudo,menos feliz. É verdade que o Natal não é uma data necessariamente feliz e a tristeza pode ser agravada pelo cansaço da época. Se cortarmos algumas coisas e fizermos tudo de modo mais simples, poderemos eliminar muito de nossa tensão e, desse modo ter um Natal mais feliz.

7- Escute a verdadeira mensagem
À medida que nossos natais vão sendo mais influenciados por interesses comerciais, preocupamo-nos menos com o amor e mais com o acúmulo de objetos materiais, competições e provações o que nos faz criar falsas expectativas, ou seja, nos perdemos.Se você está levando a sério sua busca pelo verdadeiro significado do Natal, talvez seja o momento de olhar além daquilo que preenche a época e de procurar sua própria estrela – o significado de presentear ficara mais nítido para você.Dê um pouco do seu tempo e você aqueles menos afortunados e que precisam tanto de uma “mão”.
8 – Deixe de lado as expectativas dos outros
Presentear, decorar, cozinhar, embrulhar e muitas outras atividades natalinas podem facilmente tornar-se competições esportivas nas quais nossos únicos adversários somos nós mesmo. E, se há tempos você não consegue chegar ao pódio, desista por um ano e veja se alguém se importa.

  1. Lylia, é bem verdade isso… Somos pressionados o tempo todo a ter aquele natal, com aquele peru, com os presentes daquele shopping. Tudo isso é supérfluo, o que importa é comemorar o aniversário do Cristo com a família e em paz…

    Excelente oportunidade para mostrar às crianças a verdadeira história do Natal, seu significado mais profundo, de desfazer situações familiares, de perdoar e de se preparar para um novo ano.

    Simples assim e possível!

    bjs

  2. Oi, Lylia,

    Concordo com você, é uma pena que o sentido do Natal esteja sendo tão desvirtuado! Acho a boa nova do nascimento de Jesus maravilhosa e é lamentável que muitos a ignorem.
    As suas dicas são ótimas, vou adotá-las para ter um natal mais feliz, rsrs.

    Beijo e uma linda semana!

  3. Ah minha amiga, se todo mundo pudesse ler esse livro ia ser tão mais fácil, puxa!!!
    Acho que vou distribuir sua lista a todos os meus contatos,e pedir para que passem adiante, pois é assim que tem que ser,
    Afinal, Natal deveria ser tempo de paz e tranquilidade,não é?

    Gostei muito,
    Obrigada e um grande abraço

  4. Queridas Vania, Chica, Tássia, Paula Mello, Neli, Marisa, Andrea, Maria Célia, Cinthya, Cici, ISa, Patrícia, Paula, ANa Karla, Marly, Renata e Selma

    Fico feliz que tenham gostado. Desejo pra todas nós um NAtal lindo e descomplicado.
    Bj,
    Lylia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” O cozinheiro é um artista que vê no ingrediente uma tela em branco.Nos temperos as tintas e então com sua alma criativa mescla textura, formas e sabores, fazendo do prato de comida a mais pura obra de arte.”

Marina de Carvalho Mendes

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Categorias