Simples Assim


Mais uma das Harmoniosas – Lagosta à Thermidor

Lagosta à Thermidor.  Esse foi o último pretexto para nosso grupo – Amigas em Harmonia – se reunir para cozinhar.Um desses momentos inesquecíveis onde fazemos coisas que tanto gostamos: conversar, comer , beber e cozinhar. Para nós não tem dia , nem hora, qualquer motivo é suficiente para nos encontrarmos. Por isso que é tão bom participar desse grupo. Onde a única obrigação é com o prazer e a alegria de estarmos juntos.
Bastou a Janaína, uma das integrantes , sugerir que fizéssemos uma lagosta para que, como  num passe de mágica, organizássemos tudo rapidinho. O local, os ingredientes, as bebidas e a data.
Então em um sábado brilhante de setembro, nos reunimos na casa da Janaína para um agradável dia na cozinha, com direito a muitas gargalhadas e um delicioso “banquete”.
Neste dia, as “cozinheiras” de plantão foram a  Zezé e a Leiliane, do delicioso Blog da Leili.. Depois de uma exaustiva pesquisa das duas sobre a receita perfeita de Lagosta à Thermidor, elas fizeram uns ajustes aqui e ali e  criaram essa deliciosa opção . Então, já imaginam o sabor,não? Parabéns, meninas,pelo capricho em cada detalhe.
É claro que o prato não é tão ” Simples Assim”, mas também não é nada tão complicado que não possa entrar em sua cozinha.O resultado é surpreendente e vale a pena.
Vamos então à receita da Leili e da Zezé:

Lagosta à Thermidor da Leili e da Zezé

Zezé e Leili retirando as lagostas das caudas

Ingredientes da Lagosta

  • 1,5Kg de cauda de lagosta
  • ½ cebola picada em cubinhos
  • 1 colher de manteiga
  • 1 cálice de vinho branco
  • 1 buquê garni (um amarrado com alguns temperos: alho poró, tomilho, louro, salsa, salsão, alecrim)
  • 1 colher de sopa de sal
  • 1 cenoura e 1 cebola

Preparo da lagosta:

    • Encha uma panela funda de água, o sal e leve para ferver.
    • Corte as caudas da lagosta pela metade, de comprido, com ajuda de uma tesoura de cozinha.
    • Depois coloque-as para ferventar rapidamente, por 2 minutos, até a carne ficar firme.
    • Retire as caudas da água quente e extraia a carne.
    • Devolver a carcaça da cauda pra panela, juntar cebola, cenoura e o bouquet garni para formar um caldo que será usado no creme branco.
    • Deixe o caldo cozinhar com a carcaça da lagosta por 10 minutos.
    • Retire a carcaça, coloque para escorrer e mantenha o caldo em cozimento no fogo baixo até o momentode utilizar no creme branco.
    • Corte a carne da lagosta em pedaços não muito pequenos.
    • Numa frigideira funda muito quente, refogue meia cebola em cubinhos na manteiga.
    • Junte a lagosta e refogue um pouco mais.
O momento em que é flambada
  •  Depois flambe a lagosta com o cálice de vinho e reserve esse refogado em uma tigela à parte.

Ingredientes do creme branco:

  •  3 colheres de manteiga
  •  3 colheres de farinha de trigo
  •  250ml de leite
  •   250ml do caldo de lagosta
  •   2 gemas
  •   250 ml de creme de leite
  •   200 g de queijo Ementhal ralado grosso
  •   200 g de queijo gruyére ralado grosso
  •   100 g de queijo parmesão ralado
  •   Pimenta branca, noz moscada e sal a gusto.

Preparo do creme branco:

  • Na mesma frigideira que refogou a lagosta, aqueça a manteiga e a farinha.
  • Refogue e misture bem até formar uma pasta com aroma de castanhas.
  • Adicione aos poucos o caldo de lagosta e depois o leite, mexendo sempre para o creme ficar bem liso, grosso e homogêneo.
  • Depois que engrossar, acrescente as gemas, os queijos e o creme de leite.
  • Prove o tempero e ajuste se necessário (o caldo já é bastante saboroso) Inclua também pimenta branca e noz moscada.
  • Misture a lagosta refogada com o creme branco e monte o prato para gratinar.
Misturando à lagosta ao creme
Usando o maçarico para gratinar

Montagem do prato:

  • Untar as carcaças das caudas de lagosta com manteiga e polvilhar com queijo ralado.
  • Preenchê-las com o creme de lagosta e salpicar queijo gruyere e ementhal alados.
  • Leve ao forno para gratinar.
  •  Se não tiver as caudas de lagosta, a montagem também pode ser feita num refratário, com os mesmos passos anteriores.
  • Nas “nossas” lagostas usamos o maçarico para dar um gratinado mais acentuado.

Que tal o nosso prato?

E a alegria por mais um desafio realizado na cozinha e mais um encontro “harmonioso“.

Da esquerda para a direita: eu, a Carol, a Patrícia, a Janaína, a Zezé, Núbia e Lídia

Outras Receitas Simples Assim com Frutos do Mar:

Ensopado de Delícias de Mar

  1. Que lindas meninas Lylia, que delicia de encontro e que maravilha deve ser esse prato. Sempre ouvi falar nessa receita e sempre tive imensa vontade de experimentar lagosta. Vc acredita que nunca comi lagosta? Adoro peixes e frutos do mar, porém nunca tive a oportunidade de experimentá-la, e em restaurantes é super caro hehe. Adorei. Beijinhos

  2. Oi, Lylia!!
    Um prato clássico! Me arrisquei apenas uma vez e depois não tentei mais. Não é difícil, mas é que no dia que fiz eu era a única menina e tinha um time de futebol em casa, literalmente! Era um entra e sai de gente na cozinha, todos beliscando e dando pitacos. Quando servi, vi que a coisa tinha desandado e achei estranho pois havia provado antes de adicionar nas cascas. Acontece que o meu amigo "Macharé" (veja o apelido, diminutivo de Marcha Ré) achou que estava sem sal e lascou o pó branquinho enquanto eu tinha saído da cozinha. Resultado, ficou salgada e confirmando mais uma vez o 'andar para trás' do meu amigo! 🙂 O bom dessa história é que ela é sempre lembrada e a sua receita haveria de me fazer lembrar novamente. Talvez eu tente outra vez, mas dessa vez sem o Macharé por perto!
    Beijus,

  3. Queridas Leili, Raquel, Camomila, Sadhia, Renata, Kellen, Cristina, Isa, Janaína, Marisa, Ricardo, Yves, Josy, Vicentina, Cláudia, Sarinha, São, Marisa Vlasic, Susana, Amehlia, Luci, Liliana, Nani, Sandra, Marina, Fabiana, Vânia, Luma e Lia
    Obrigada pela presença carinhosa.
    Muito engraçada sua história com o preparo da lagosta, Luma. Agora você deve fazer novamente para tirar a má impressão.Dessa vez, sem o seu colega.
    Bj e ótima noite pra vocês,
    Lylia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Queremos ouvir você!

Novidades!

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Adicione esse tempero

“Cozinhar com sabor são delícias compartilhadas com amor !”

Aimara Shindler

Categorias