Simples Assim


Almoço de domingo perfeito – Risotto al filetto com funghi porcini

 

Almoço de domingo aqui em casa é dia de festa.Gosto de estar entre os meus, testar novas receitas, preparar uns drinks, ouvir boa música, relaxar…Mesmo que seja à beira do fogão..Que é o que quase sempre ocorre.Mas, quando a cozinha está cheia de quem a gente gosta, com muitas mãos para ajudar, o trabalho fica bem mais leve,não? E quando a gente gosta de cozinhar, aí então vira prazer. E, como aqui em casa todos gostam, imagina então a alegria que é minha cozinha.O duro é lavar a louça.Ninguém gosta…Mas, como procuro sempre olhar o lado bom das coisas, até esqueço da louça suja e, no fim tudo dá certo.

Em um desses domingos, sem cardápio planejado, na dúvida sobre o que fazer, lembrei de um pedaço de filet já selado, que estava no freezer. O que fazer? Minha memória foi longe…Foi até um Dia das Mães de uns 15 anos atrás quando eu, meu marido, e uma das minhas filhas, Lívia, preparamos um delicioso risoto de filet com funghi em um pequeno fogareiro na varanda .Imediatamente minha memória gustativa veio à tona e fiquei salivando só de imaginar aquele sabor. Com o pedaço de carne à mão vi que não tinha melhor opção.Simples Assim de preparar, com o único trabalho de mexer, mas como tinha muitas mãos para ajudar, aquele não seria o problema.
A receita estava em uma seção ” Receitas de Família ” de uma antiga revista Cláudia Cozinha de maio de 1998 ! E, como eu tenho um método infalível para guardar minhas receitas foi fácil encontrá-la.

 

 

A receita veio de um primo de Valéria Pugliesi – que cedeu a receita para a revista – que trabalhava em de um restaurante da região de Treviso, na Itália, onde um primo trabalhava. Ele enviou a receita para o Brasil e, preparado aqui ” o risoto se tornou uma espécie de ligação gastonômica entre o primo distante e os parentes saudosos”, como conta a matéria. Comida também une…
Simples Assim de preparar, naquele domingo frio, nos juntamos sob o calor do fogão e, cada um mexendo de tempos em tempos, tivemos um dos melhores almoços.Perfeito.E, o melhor que ele , sozinho fez a festa ! Não precisava de mais nada. E, como rende! O meio quilo de arroz arbóreo foi mais que suficiente para nós quatro e ainda sobrou uma porção generosa que daria para mais umas duas pessoas. Pensei em fazer uns arancines, mas à noite, todos queriam bis.Mesmo sabendo que risoto, quando esfria fica com uma textura totalmente diferente. Mas, o sabor..
E é esse sabor que trago hoje para que seu almoço de domingo. Que ele seja assim: com calor humano, presença de queridos e , muito, muito sabor.
Ah! E sabem qual foi a entrada? Aquele pão rústico que postei na última quarta.Perfeito

Risoto Al Filetto com Funghi Porcini, receita da revista Cláudia Cozinha, de maio de 1998

Ingredientes:

  • 2 xícaras de funghi porcini seco (90 g) – usei só uma xícara, pois era o que tinha na despensa
  • 12 xícara de manteiga (100 g)
  • 800 g de filé mignon cortado em cubos de cerca de 4 cm
  • 1 colher (chá) de sal ou a gosto
  • 1 pitada de pimenta-do-reino branca
  • 1 12 xícara de vinho branco seco ou do Porto branco seco (360 ml) – usei branco seco
  • 1 cebola grande (150 g), picada
  • 2 12 xícaras de arroz italiano tipo arborio (500 g)
  • 1,5 litro de caldo de carne
  • 1 lata de creme de leite
  • Queijo parmesão ralado grosso (para polvilhar)

Preparo:

  • Deixe o funghi molho em água fria de um dia para o outro. ( Eu coloquei na água fervente e deixei alguns minutos)
  • Retire com uma escumadeira e reserve aproximadamente 2 conchas de água (para aumentar o caldo da carne).
  • Pique o funghi em pedaços médios.
  • Numa frigideira grande, derreta metade da manteiga em fogo alto e refogue os cubos de filé, mexendo sempre, somente até começarem a dourar.
  • Junte o sal e a pimenta e misture.
  • Transfira para uma tigela juntamente com o líquido que se desprendeu durante o cozimento e reserve.
  • Ainda em fogo alto, refogue o funghi rapidamente na manteiga que sobrou na frigideira mexendo bem.
  • Acrescente 1 xícara do vinho e a carne reservada com o suco do cozimento. Misture, tampe e mantenha em fogo baixo durante todo o preparo do arroz.
  • Refogue a cebola no restante da manteiga em fogo baixo somente até murchar.
  • Junte o arroz e misture até incorporá-lo bem à manteiga derretida.
  • Sem parar de mexer, junte o vinho restante e adicione somente a quantidade de caldo suficiente para cobrir o arroz. Vá acrescentando mais caldo aos poucos, à medida que o líquido for secando, até o arroz ficar al dente, isto é, macio mas resistente a mordida.
  • Quando o arroz estiver quase pronto, aumente o fogo da panela onde está a carne.
  • Assim que levantar fervura, junte o creme de leite, misture e desligue antes que recomece a ferver. Prove o tempero e corrija se necessário.
  • Junte a mistura de carne ao arroz, polvilhe com o parmesão ralado e sirva imediatamente.

A receita

O risoto

 

Outas sugestões para um almoço de domingo feliz:
Bistecas à minha moda
Maminha à moda Simples Assim
File suíno

  1. Oi,Lylia!
    Estou duplamente feliz….Primeiro a sua visita,adorei,e depois essa receita! Minha filha me pediu um Risotto de Funghi para o almoço de domingo e ja sei que receita usar!!! Obrigada pela partilha deliciosa,a postagem está ,literalmente,deliciosa….
    Quanto a sua dificuldade de comentar,isso já aconteceu com outras amigas…É só você clicar no post escolhido,ele vai abrir e no final há o espaço para deixar o comentário. ..Mas já valeu! Que bom que temos gostos parecidos, sou realmente simples ,mas adoro mimar meus queridos e acho a comida uma das melhores formas de fazer isso. ..
    Obrigada pelas palavras carinhosas,acho seu blog uma delícia também. ..Tenho andado um pouco ausente por conta de meus pais,estão com gripe e preciso estar me dividindo entre minha casa e a deles. ..Mas as coisas estão melhorando e logo tudo volta à normalidade…
    Que vocês tenham um feliz final de semana,com muita paz e luz,beijinhos, Katia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Adicione esse tempero

"Cozinha é um grande laboratório de experiências e um lugar onde todos se divertem, basta perder o medo de arriscar, ousar, brincar. Palavra de Bruxa!"

Sandra Reis

Categorias