Simples Assim


Pão da Vovó ou Pão doce – Para celebrar o World Bread Day

pão doce jpg

Pão da Vovó ou Pão doce. Com ele o Simples Assim participa de mais um  World Bread Day (WBD) – Dia Mundial do Pão. Desde 2006, todos os anos, nesta data, centenas de blogueiros do mundo inteiro são convidados a fazerem um pão especial em homenagem a esse dia.

A iniciativa é da blogueira Zorra Kochtopf do blog  kochtopf.twoday  que, com isso, quer mostrar que fazer pão é fácil e divertido.

pão doce jpg

E, o Simples Assim, como é fã de eventos que reúnem esse universo tão amplo dos blogueiros, não poderia ficar de fora. Por sinal essa é o a quarta vez que ele participa. Mas esse ano, para mim, ele tem um significado muitos especial.Coincidentemente, nestes dias, minha sogra está passando uns dias aqui em casa. E, ela , como boa italiana que é, cozinha divinamente bem, especialmente massas, é claro!

E, eu, timidamente, pedi para ela me sugerir um pão para o WBD 2015. E animada como ela é, logo veio fazer o pão comigo. Uma receita de família. De sua sogra, avó do meu marido.Não é uma honra para mim?
O Pão da Vovó“, como ele é conhecido. Aquele pão doce, trançado, com açúcar granulado por cima.! Hum!
Foi uma manhã muito divertida, onde, juntas, curtimos cada passo a passo: colocar o fermento para crescer, amassar a massa, fazer as tranças e sentir o delicioso aroma exalando da cozinha. Um momento para ficar nas minhas lembranças mais queridas!
Agradeço a iniciativa da Zorra, por me proporcionar um instante de carinho e integração.
Espero que vocês sintam, também todo o amor que foi colocado nesse preparo que resultou em um sabor ainda mais delicioso.

Pão Doce da Vovó – receita da minha sogra, dona Jandyra

Esse é o livro da minha sogra. Uma relíquia! Como vocês podem conferir, a receita foi escrita em 21 de junho de 1966 . A letra é do meu marido, então com 15 anos

Ingredientes:

  • 1 copo de leite morno
  • 1 copo de água morna
  • 50 gr de fermento fresco
  • 5 colheres (sopa) de açúcar
  • 3 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres (sopa) de azeite ou óleo de girassol
  • Mais ou menos 1 kg de farinha de trigo

Como fazer:

  • Misture 2 colheres (sopa) de açúcar com o fermento.
  • Desmanche com ½ copo de leite e duas colheres de farinha de trigo e deixe crescer por 1 hora em local abafado e quente.
  • Depois desse tempo acrescente os ovos, a manteiga, o óleo,o restante do leite morno e a água morna
  • Vá colocando a farinha de trigo aos poucos.
  • Primeiro mexendo com uma colher , depois trabalhando com as mãos.
  • Amasse bem.

Divida a massa ao meio.

Divida cada parte em três e com elas faça rolinhos para depois entraçá-los.

Essa receita rende duas tranças.

  • Pincele com duas gemas desmanchadas em 1 colher de sopa de manteiga.
  • Por cima salpique açúcar granulado e leve ao forno médio pré-aquecido por cerca de 30 minutos.
  • Ah! Um detalhe: Enquanto você faz os pães faça uma bolinha com a massa e coloque em um copo com água.Quando ela subir é sinal que o pão já está no ponto para ser colocado no forno.Agora é passar um cafezinho, chamar os amigos e saborear essa delícia.

E viva o Dia Mundial do Pão!

Outras participações do Simples Assim no World Bread Day:
Pull Apart Bread
Pão de Torresmo
Rocambole italiano

  1. Oi, Lylia.
    Certa vez publiquei um pão como esse, que conheço como rosca da rainha e me traz ótimas recordações. Recebi de uma colega de trabalho e está lá no meu primeiro caderno de receitas.
    Doce participação a sua, ainda mais com ajuda da sogra. Que relíquia esse caderno!
    Bjs.

  2. Que riqueza de postagem, Lylia! Um privilégio poder postar uma delícia de receita regada à história e laços de família! É de encher o coração… e depois o estômago, claro, pois não somos de ferro, né? rsrs.
    Adoro pães caseiros e esse com essa cobertura de açúcar está entre um dos meus favoritos.
    Agradeço a sua gentileza e grandeza por compartilhar essa relíquia!
    Vou levar comigo, claro!
    Mil beijos… saudades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” O cozinheiro é um artista que vê no ingrediente uma tela em branco.Nos temperos as tintas e então com sua alma criativa mescla textura, formas e sabores, fazendo do prato de comida a mais pura obra de arte.”

Marina de Carvalho Mendes

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Categorias