Simples Assim


Quentão – para animar o São João

quentão jpg

Quentão não pode faltar nas festas de São João. É ou não é ?  É uma ótima maneira de aquecer  às noites frias do mês de junho, quando são realizadas essas festas. Feito com cachaça e especiarias como gengibre, cravo e canela ele ajuda a enfrentar às noites frias do mês de junho quando são realizadas essas festas.

Sábado passado fui encarregada de levar essa tradicional bebida para a festa de São João da comunidade que frequento aqui em Brasília, o CCB. E, com alegria fui para o fogão misturar aqueles sabores que aquecem nosso coração.

Como muitos pediram a receita, aqui está ela, do jeitinho que preparei. Só que o quentão que levei foi 5 vezes as quantidades especificadas abaixo.

Se você não tem nenhuma festa junina programada, não tem problema, faça assim mesmo, para aquecer o seu coração e o daqueles de quem você ama.

Que nossa quarta tenha um sabor ainda mais especial, pois amanhã é feriado.

Quentão – receita daqui

Ingredientes:

1 e 1/2 xícara de açúcar
1 e 1/2 xícara de água
1/4 de xícara de gengibre em fatias finas
3 limões cortados em rodelas
4 xícaras de pinga
3 cravos-da-índia
2 pedaços pequenos de canela em pau

Como fazer:

  • Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo até caramelizar
  • Junte os outros ingredientes (menos a pinga) e mexa até dissolver o açúcar
  • Misture a pinga e ferva em fogo baixo por 3 minutos
  • Coe em uma peneira
  • Sirva quente

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” O cozinheiro é um artista que vê no ingrediente uma tela em branco.Nos temperos as tintas e então com sua alma criativa mescla textura, formas e sabores, fazendo do prato de comida a mais pura obra de arte.”

Marina de Carvalho Mendes

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Categorias