Simples Assim


6 º Bookcrossing Blogueiro , eu apoio essa ideia

 “Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores.” (Charles W. Elliot)
Para mim, os livros representam isso mesmo: amigos presentes a qualquer hora. Eles estão sempre presentes em minha vida e me ajudam a fazê-la cada dia melhor. Com eles nunca me sinto só. Onde vou, sempre carrego um comigo, pois se vou esperar, já sei que não vou me irritar pois terei uma ótima companhia para me distrair.
Para quem enxerga os livros como esse amigo, o convite  da Luma, do Luz de Luma, Yes Party, é irrecusável: participar do  6º Bookcrossing Blogueiro , um jeito diferente de estimular o “vício” da leitura.E, como sou daquelas que gosto de partilhar o que é bom, não vou ficar de fora. Ainda não escolhi aquele que vou ” libertar”. Olho para cada um, sinto amor, gratidão e amizade por tudo que representam  para mim. Sempre penso: ” Esse aqui ainda vou ler“, como se ainda tivesse vida suficiente para isso. Aí penso que, apesar de ser super desapegada, não consigo estender esse sentimento aos meus livros. Meus amigos, meus companheiros. Mas um dia consigo. Só para ilustrar esse meu amor, vou contar uma historinha.
Estávamos voltando de uma viagem internacional, o vôo atrasou e a companhia aérea providenciou o pernoite em um hotel em Guarulhos. Apesar de todo o desconforto, cansaço, levava meu livro na minha bolsa para me “socorrer” em momentos assim. Antes de dormir, exausta, ainda li umas duas páginas até para me acalmar dos contratempos do dia. Na manhã seguinte, 4 horas da manhã já estávamos de pé, correndo para alcançar o primeiro voo para Brasília. Quando finalmente estávamos instalados em nossos assentos na aeronave, abro minha bolsa para tirar o livro, meu companheiro nas próximas horas, e qual não foi minha surpresa ao perceber que ele tinha sido esquecido no quarto de hotel. Que dor! Claro que poderia comprar outro, mas aquele estava todo sublinhado, marcado com aquilo que tinha me tocado.Minhas marcas e elas não poderiam ser resgatadas. Para encurtar a conversa, depois de muitos telefonemas, e-mails trocados com o hotel, meu livro retornou às minhas mãos. Que alegria! Vocês não imaginam o prazer que senti. E é esse prazer que quero partilhar hoje com vocês. O prazer de  uma leitura prazerosa e enriquecedora.
Como falei, ainda não sei o livro que vou libertar, mas quero fazer igual a Gina, “esquece-lo” em algum lugar e ver que ele foi resgatado por alguém que terá a mesma emoção que tive ao lê-lo.
Parabéns, Luma, por tão rica iniciativa.

  1. Oi, Lylia,

    Eu também vou participar desta edição do Bookcrossing, como fiz no ano passado. E também amo os livros, faço minhas as suas palavras, sobre o amor e apego que tenho por eles, rsrs.

    Beijoca e bom fim de semana!

  2. Gostei da historinha do livro recuperado!!
    Ah, Lylia, você é uma queridona mesmo. Obrigada pela menção.
    Não é uma delícia isso? Fui contagiada pela iniciativa da Luma e agora estou em todas as edições. É sempre um prazer.
    Vou retribuir seu carinho pessoalmente no próximo EG, tá?
    Bjs.

  3. Lylia, muito legal… a iniciativa é o máximo, mas eu tbm nao saberia me desapegar a nenhum livro. Não sei, sou tão ciumenta com os meus. Acho que isso se chama egoísmo, que feio, né? Mas vou dar uma olhada na estante e ver o que posso fazer!!!:)
    Beijos, sucesso!
    Ingrid Pimenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias