Simples Assim


E viva o Pão Nosso de Cada Dia – 8º World Bread Day

Um ótimo acompanhamento para uma cervejinha bem gelada
Todos os anos, a Zorra.do blog  kochtopf.twoday promove no Dia Nacional do Pão, o World Bread Day, uma blogagem coletiva entre os blogueiros do mundo inteiro. Uma homenagem mais do que justa a este que é o nosso alimento de cada dia. ” O pão nosso de cada dia nos dai hoje“, como nos lembra a oração diária. A iniciativa tem como objetivo valorizar o produto mais popular nas mesas de todo o mundo, lembrando de sua importância na composição da alimentação diária. Uma excelente oportunidade para os blogueiros  estarem juntos em uma postagem. E, o Simples Assim não poderia estar de fora desse evento. Ano passado participei com um delicioso Rocambole Italiano , receita da Maura
Este ano, para a 8ª edição, estava na dúvida sobre qual seria minha particpação . Nesses momentos ,  recorro ao meu marido que sempre tira uma solução da “cartola”. E, quando fui pedir uma sugestão ele prontamente disse: ” Pão de Torresmo”. Isso porque ele não esquece esse pão que sua avó fazia em seu sítio em Jundiaí (SP) com torresmos caseiros  e assado no forno à lenha. Memórias gustativas. E, atendendo seu pedido fui me arriscar nessa receita. Nunca tinha feito pão de torrresmo, até porque evito essas gorduras, mas como era para uma ocasião especial e para atender ao seu pedido, sai à cata de uma receita. Foi então que vi essa, no blog da Priscila, que por sua vez, se inspirou em uma do padeiro Benjamim Abrahão que  dá nome a uma excelente padaria em São Paulo. Não tive dúvidas, com ótimas referências não tinha como duvidar do sabor.
Sábado passado, então, fui para a cozinha, em um dia claro e ensolarado que ajudou ao crescimento da massa, que dobrou de volume rapidamente. Simples e fácil de fazer, apesar de toda a técnica que um pão exige, ele ficou com uma textura perfeita, um sabor inigualável e que entrou para o rol dos meus preferidos. Já estou pensando até no próximo recheio que vou colocar.Na verdade, não pus torresmo” legítimo”, usei um pedaço de bacon defumado e torrei os pedacinhos.Mesmo assim ficou muito bom.
Mais uma vez esqueci de fotografar todas as etapas, quando lembrei a massa já estava pronta. Mas dá para perceber o quanto ficou bom.Fiz em uma forma Bundt para preservar o formato que queria dar.

Não precisa nem dizer que meu marido adorou e já pediu bis. Foi o sucesso do fim de semana.

E Viva o 8º World Bread Day!

Pão de Torresmo, quase igual ao da Priscila, somente com algumas alterações

  •     30 g de fermento fresco para pão – 2 tabletes de 15 g fresco
  •     20 g de açúcar (2 colheres rasas)
  •     250 ml – 1 copo requeijão) – agua morninha
  •     1 colher (sopa gorda) “banha de porco” ( eu usei manteiga)
  •     1 ovo inteiro
  •     1 colher (sopa gorda) leite em pó
  •     500 g de farinha de trigo – aproximadamente
  •     10 g de sal – 1 colher (sopa rasa) – acrescido depois que agregar um pouco de farinha
  •     300 g de torresmo frito sequinho, picado miudinho
  •     100 g de queijo filetado – opcional (ele explicou que na Padaria é usado a rebarba dos queijos filetados do fatiador, tem vez que é só mussarela, tem vez que tem o filetado tem mistura de outro queijo – é o uso do reaproveitamento de tudo da padaria)
  •     não precisa pincelar com nada ( eu pincelei, pois tinha umas gemas sobrando na geladeira e queria uma “corzinha” no pão)

 Massa

  • Dissolva o fermento fresco no açúcar até se tornar liquido.
  • Acrescente a água morninha e dissolva bem o liquido grosso de fermento.
  • Acrescente a banha de porco, o ovo e o leite em pó.
  •  Acrescente um pouco de farinha de trigo. Só então coloque o sal.
  •  Vá secando a massa com farinha até que seja necessário sovar na bancada.
  •  Ele sempre ensinou a trabalhar com o pão um mão na massa e outra mão com espatula (aquela de temperar chocolate no granito), para facilitar. ( Eu bati na batedeira Planetária)
  • Não seque demais, ficando homogênea, lisa, levemente pegajosa e seca por fora, boleie, cubra com pano e deixe descansar até dobrar .
  • Dobrou de volume, devolva na bancada de granito enfarinhada e abra com o rolo.
  • Espalhe na massa os torresminhos fritos.
  • Enrole como um rocambole.
  • Parte dos torresminhos acabam enterrados na massa.
  • Deite no tabuleiro forrado com farinha de trigo, não é preciso untar e nem enfarinhar.( eu untei, pois fiquei com “medo” que grudasse)
  • Não é preciso pincelar com nada.
  • Aqueça o seu forno por 10 minutos, a 200.o C. Esse tempinho de nada, já é o suficiente para o pão crescer, que ele cresce de novo muito rápido…
  • No forno aquecido, abaixe a chama para 180.o C, leve para assar por 25 minutos só. (O meu ficou 40 minutos no forno)
  • Ele assa muito rápido. e escurece muito rápido.
  • Como eu deixei o forno ainda em 200.Cº, o meu ficou com a casca + escura… Da próxima vez, vou deixar no forno com temperatura + baixa.
  • Como a Priscila escreveu, “ o cheiro que invade a casa, é daquele lar doce lar..”
Outras receitas de Pães Simples Assim para comemorar o Dia Mundial do Pão:

  1. Adoro pão de torresmo Lylia, pena que esse ano não deu tempo de participar, mas estou dando uma olhada pelos blogs e é um pão mais gostoso que outro. Esse seu ficou lindo, é o tipo de pão que o aroma invade toda a casa, e o sabor é inebriante. Ficou um belissimo pão. Beijinhos miga

  2. Lylia, eu amo pão, mas sou péssima para datas e qdo vejo perdi a oportunidade de participar da blogagem coletiva! ; (
    Pão de torresmo sempre me chamou a atenção, só não tive coragem de prepará-lo ainda, eu adoraria provar uma bela fatia deste, ficou tentador!Parabéns pela participação!
    Bj e um bom dia p vc.

  3. Ouvi alguém falar de torresmo? Esses cubinhos crocantes e saborosos no meio do pão só podem dar muito certo! Lylia, seu marido sabe das coisas, hein 🙂 Esse pão bem brasileiro foi ótima pedida para o Dia Mundial do Pão, parabéns 🙂 Beijos!

  4. Queridas Chica, Teresa, Luísa, Susana Louro, Janaína, Josy, Susy, Andrea, Susana Machado, Sol, Gina, Dora, Vânia, Rachel, São, Cristina, Angela, Marisa Valadas, Marisa Vlasic, Andrea, Cláudia, Sandra, Marly, Léia, Lurdes, Cuca, Léia, Cissa, Vicentina, Marcela, Daniela, Paula , Nani e Adri,
    Que bom que gostaram do pãozinho Simples Assim!
    Venham sempre , pois vocês me deixam muito felizes.
    Bj e ótimo fim de semana para nós,
    Lylia

  5. Oi, Lylia!
    Vou desistir de fazer esse pão somente pelo fato de ter que fritar o torresmo. Fui para Minas e trouxe "montes" de pacotes e um belo dia fui fritar. A coisa espirrou tanto que dei para os amigos todos os pacotes e permaneci apenas com um. Vai que eu descubra um modo menos pauleira de fritar o dito cujo? Se você tiver uma dica, aceito!! 🙂
    Beijus,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Queremos ouvir você!

Novidades!

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Adicione esse tempero

“Cozinhar com sabor são delícias compartilhadas com amor !”

Aimara Shindler

Categorias