Simples Assim


Bolo de nada com sabor de goiaba

bolo de nadaBolo de nada com sabor de tudo.
 “Como assim?, você pode me perguntar.
Bolo de nada é aquele bolo clássico com ovos, açúcar , farinha, leite, manteiga, fermento. Conhecido assim, como “bolo de nada“, por não ter nenhum sabor marcante. Mas que pode ter o sabor que você quiser colocar nele. Se colocar umas casquinhas de laranja ou de limão, ou acrescentar baunilha ele ganha um novo sabor.

bolo de nada

E, lhe garanto uma coisa: se você colocar muito amor quando estiver fazendo você vai se surpreender com o sabor que ele vai lhe presentear.
Assim foi com esse bolo que trago hoje.Em uma ‘daquelas” sextas que estava bem cansada e com vontade de parar e relaxar, mas quando cheguei em casa lembrei que não tinha nem um bolinho para o sábado, coisa que tanto gosto. O que fiz? Calmamente tirei os ingredientes de geladeira para ficarem em temperatura ambiente e fui tomar uma cervejinha para relaxar.
Passado algum tempo, com a manteiga, os ovos e o leite na temperatura certa acendi o forno e comecei a fazer o bolinho do sábado. Logo , logo o aroma estava se espalhando pela casa, aguçando os sentidos e todos ansiosos para experimentarem o motivo daquele cheiro. Isso é ou não é felicidade ?
Com tanto carinho , claro que só poderia sair “o bolo“. Fofinho, macio e com um um gostinho de goiaba, pois aproveitei uma geleia de goiaba que estava na geladeira dando sopa. Foi uma forma de agradar meu marido naquele dia, pois ele adora tudo que leva doce de goiaba.
Por que você também não experimenta agradar aqueles que você ama nesse final de semana ?
Garanto que você vai fazer o maior sucesso.
Que nosso fim de semana seja leve, saboroso e cheio de amor.

Bolo de nada com sabor de goiaba

 Ingredientes:
  • 1 xícara de manteiga à temperatura ambiente ( 200g)
  • 2 xícaras de açúcar
  • 3 ovos em temperatura ambiente
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de leite
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • geleia de goiaba ou de sua preferência – pode ser um potinho ou menos.Ou você pode derreter goiabada com um pouquinho de água e medir 3/4 de xícara do que foi derretido.

Como fazer:

  • Separe todos os ingredientes.
  • Acenda o forno a 180 graus
  • Pincele a forma e polvilhe com farinha de trigo.
  • Coloque a manteiga com o açúcar e bata na batedeira até ficar uma mistura esbranquiçada.
  • Acrescente as gemas, batendo após cada adição.
  • Bata até a mistura ficar homogênea.
  • Só misturando, acrescente a farinha de trigo e o leite, alternadamente.
  • Acrescente às claras em neve, e por último, o fermento em pó.
  • Coloque na forma a metade da masse, depois a geleia e, por cima o restante da massa.
  • leve ao forno por mais ou menos 30/40 minutos. Vai depender do seu forno.
  • Depois de 25 minutos, ou quando já tiver formado uma crostinha, faça o teste do palito.
  • Ao retirar do forno, coloque em cima de uma gradinha e deixe esfriar para poder desenformar
  • Salpique glaçúcar por cima

  1. Lylia querida,
    Adorei o nome do bolo, lol!!!
    Nada como o cheiro de um bolinho no forno e o prazer de o devorar de seguida e sim, é preciso colocar muito amor na confecção de um bolo e este, nota-se que foi feito com amor, pois está lindo e tentador!
    Um beijinho e bom fim de semana,
    Lia

  2. Oi Lylia, fazíamos muitos bolos de "nada" em casa quando meninotas, sempre deliciosos, cheios do sabor incrível de casa da gente, família, aconchego, que saudade! Seu bolinho de nada conseguiu fazer meus olhos marejarem…ficou lindo viu e a goiabada deu um charme que só!
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” O cozinheiro é um artista que vê no ingrediente uma tela em branco.Nos temperos as tintas e então com sua alma criativa mescla textura, formas e sabores, fazendo do prato de comida a mais pura obra de arte.”

Marina de Carvalho Mendes

Facebook

Publicidade

Instagram

Google Plus

Categorias