Simples Assim


Almoço de Domingo simples e gostoso

Adoro almoços de domingo.Reunir a família em torno da mesa, jogar conversa fora, falar sobre a vida, matar a saudade.Fui criada assim. Quando era solteira, o almoço de família era uma festa. A mamãe, excelente cozinheira, se esmerava na cozinha, e sempre tinha um prato especial, uma sobremesa nova e outras delícias. O papai adorava estar entre as filhas, contando histórias, regadas com uma cervejinha e ótimos tira-gostos.A comida era um pretexto para estarmos todos juntos.
A tradição permanece, mas como moro em outro estado, tento preservá-la também aqui em casa. Na loucura dos dias atuais, se não fizermos isso, cada um vai para o seu lado e perdermos uma das melhores coisas da vida que é estarmos ao lado de quem amamos.
Mas, vamos ao que interessa, a receita de hoje. Ela é daquelas receitas de família que sempre faz sucesso. É o incomparável pernil feito por minha sogra, outra cozinheira de mão cheia. O de hoje, apesar de não ter sido feito por ela, foi feito do jeitinho que ela ensinou. Mesmo seguindo todos os passos nunca fica igual ao dela, que é insuperável, mas mesmo assim fica uma delícia.
Tudo simples assim, vejam:

Pernil Assado
Eu costumo temperar dois dias antes com o seguinte tempero:
As porções dependem do tamanho do pernil.Para um de 5 kg faço assim:
10 dentes de alho amassado com sal e pimenta. Misturo meia xícara de vinagre, 300 gr de bacon cortado em cubinhos e salsa picada.
Faço vários furinhos no pernil e vou colocando porções dessa mistura para penetrar bem e ressaltar o sabor.
Para assar:
Forro a assadeira com papel alumínio, ponho o pernil e por cima quase um litro de óleo. Pode parecer exagero, mas é isso que dá a maciez da carne.Cubra com papel alumínio.
Leve ao forno bem quente. O tempo de forno é calculado 1 hora para cada quilo de pernil..
De hora em hora abra o forno e regue com o óleo e vá furando o pernil . Na metade do tempo vire o pernil , mas continue com o papel alumínio. Quando perceber que a carne está macia, tire o papel e deixe dourar.
Aí vem o molho.
Tire o excesso de óleo para fazer uma farofa bem gostosa e deixe um restinho para fazer o molho. Coloque umas duas cebolas cortadas em cubinhos. Deixe dourar bem e vá raspando aqueles queimadinhos que ficam. Coloque vinho madeira, eu gosto do Izidro, shoyu e deixe apurar. Pronto.
Dica: antes de servir eu ponho esse molho na geladeira, pois vai formar uma crosta em cima que você retira para tirar o excesso de gordura. Pronto.
Outra dica: quando asso o pernil coloco juntamente batatas bolinhas e cabeças de alho. Eles são um ótimo acompanhamento. Claro que o tempo não é o mesmo que leva para assar o pernil, com uma hora as batatas e os alhos estão cozidos. No final, coloco-as de volta só pra dar uma coradinha.
Hummmm! Já estou com água na boca.
Excelente domingo para vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias