Simples Assim


Arroz com costelinha e banana – Praticidade para o almoço de domingo

Esse arroz com costela e banana é super prático de fazer e muito gostoso. Uma ótima opção para o almoço de domingoQuer uma solução gostosa e prática para o almoço de domingo? Arroz com costelinha e banana . Fácil, com gostinho de comida de fazenda e muito, muito saboroso.

Não sei como é na sua casa, mas aqui em casa todo o domingo é uma festa. Com a família reunida e muita comida gostosa na mesa. Muitas vezes a festa é na cozinha mesma, com todos em volta do fogão tomando um drinque enquanto eu faço minhas comidinhas.

Em outras vezes não estou com muita disposição de ir para o fogão , quero mais é curtir a presença da família , bater papo, rir e conversar. Quando é assim, me programo para no sábado já deixar algo pronto  para facilitar meu trabalho.

Foi o que aconteceu com esse arroz de costelinha e banana. No sábado já comecei a dourar as costelinhas, deixei tudo no ponto e no domingo foi só acrescentar o arroz e fritar as bananas.

Daquelas comidas que rendem bastante e que não precisa de mais nada para acompanhar. Aqui em casa, como somos fãs de uma farofinha – doce herança cearense – fiz uma bem caprichada. Mas se você quiser, um vinagrete também combina super bem.

O melhor de tudo é o sabor: simplesmente divino. E a cor? A carne fica bem escura e o arroz do mesmo jeito. Segui o conselho da Maria, e no lugar da água, acrescente 3 xícaras de cerveja, o que deu mais maciez e sabor à carne.

E como quem cozinha gosta sempre de alterar alguma coisa, fiz com arroz parbolizado e acrescentei manteiga de garrafa. Hummm! Só provando para sentir o sabor.

Deixe seu domingo muito mais gostoso com esse arroz de costelinha com banana.

Arroz com costelinha e banana *

Esse arroz com costela e banana é super prático de fazer e muito gostoso.

Ingredientes:

  • 1 kg de costelinha de porco – eu coloquei quase 2 kg, para ficar com bastante carne
  • 3 xícaras de arroz lavado e escorrido – usei parbolizado
  • 3 xícaras de cerveja (pilsen)
  • 2 cebolas médias picadinhas
  • 5 dentes de alho picados e mais 6 dentes inteiros, com casca e tudo
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • talos de salsinha finamente laminados
  • salsinha picadinha para finalizar
  • 3 pimentas bode em conserva, ou uma dedo-de-moça picadinha sem as sementes
  • 3 bananas da terra grandes, fatiadas e fritas
Como fazer:
  • Leve ao fogo uma panela grande e aqueça o óleo.
  • Refogue metade da cebola com uma pitada de sal até ficar translúcida.
  • Em seguida, acrescente metade do alho picado, as pimentas e os talos de salsinha.
  • Refogue tudo um pouquinho mais e junte as costelinhas de porco. Vamos dourá-las sem pressa.
  • Aguarde todos os lados ficarem dourados e uma crosta formar-se no fundo da panela.
  • Nesse ponto, adicione uma xícara de cerveja, mexendo para soltar toda a cor e o sabor do fundo da panela.
  • Aguarde o líquido secar, e então repita o processo com as outras duas xícaras de cerveja, até a costelinha terminar de cozinhar.
  • Junte agora o restante da cebola, misturando bem para dourá-la. A seguir, entra o alho picado reservado e os dentes inteiros com casca (que ficarão cremosos e doces).
  • Acrescente o arroz, mexendo para envolvê-lo com a cor e o sabor que já estão na panela. Cubra tudo com água fria (basta um dedo acima do conteúdo), misture bem e ajuste o sal. Deixe ferver em fogo alto.
  • Quando o líquido secar e aparecerem os furinhos formados pelo calor, tampe a panela e abaixe o fogo para o mínimo.
  • Nesse momento acrescente 2 colheres de sopa de manteiga de garrafa ( por minha conta)
  • Assim que o arroz estiver cozido (cerca de 15 a 20 minutos depois) salpique a salsinha por cima, tampe a panela e deixe descansar por cerca de 5 minutos antes de servir.
  • Frite as bananas e disponha por cima.

Esse arroz com costela e banana é super prático de fazer e muito gostoso.

*receita da Maria, do blog Diga Maria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias