Simples Assim


Ciranda de Receitas – Feijoada com estilo

feijoada - laranjas
Oba! Dia de Ciranda de Receitas é dia de festa para mim e para mais 19 blogs que estão nessa animada dança.É um troca troca de receitas divertido e rico em novidades.
Hoje tenho a alegria de receber uma artista no Simples Assim. A querida Mel, do blog Receber e Celebrar. Consultora e decoradora de festas, professora, esposa e mãe, como ela mesma se descreve. Adora receber visitas em casa, organizar festinhas e festonas e “ inventar quitutes na cozinha, viajar e brincar de arquiteta e designer quando sobra um tempinho”.
Obrigada, Mel, por estar hoje no Simples Assim e torna-lo mais bonito e festivo.
Fiquem agora com a Mel que eu vou cirandar por aí. E, aproveitem e entrem também nessa dança e veja quanta coisa gostosa está lhe aguardando.No final da postagem você tem acesso aos blogs participantes.
 Com a palavra a Mel:
Nem acredito que estou tendo o privilégio de aparecer por aqui nesta casa de sabores tão deliciosos que é o blog da Lylia. Só tenho que agradecer à ela que me convidou a cirandar, que organiza tudo com muito carinho e me recebe aqui hoje. Não me atrevo a escrever uma receita porque qualquer passadinha da Lylia pela cozinha me coloca no chinelo, rsrsrs. Trago um pouquinho do que adoro fazer: receber em casa e decorar as mesas com capricho.
Espero que gostem e que as fotos sirvam de inspiração.

Desta vez me arrisquei numa feijoada.
Recebemos os familiares e alguns dos amigos mais próximos aqui no apartamento mesmo. Queria fazer alguma coisa diferente e, como faz frio em SP, achei que feijoada seria uma boa pedida pro almoço do sábado!
O único problema era o de eu nunca ter feito feijoada na minha vida! Fazer pela primeira vez para mais de 20 pessoas seria arriscar demais. Então fiquei com a parte da decoração,  bebidas e os acompanhamentos. E a feijoada? Encomendei com o meu pai, que é cozinheiro de mão cheia! Ele comprou todos os ingredientes, cuidou dos preparativos durante a semana e no sábado bem cedinho trouxe a panelona aqui pra casa. (Assim fica fácil, né?)

Na sexta-feira anterior eu comprei dois maços de flores e montei alguns vasinhos. Comprei também alguns metros de tecido chita e improvisei essa toalha de mesa:
feijoada - flores
Como o cardápio escolhido exigia prato, talheres e mesa, acabei pedindo socorro pra essa mesinha do salão do prédio. Trouxe a mesa e quatro cadeiras pro apartamento no dia anterior e usei o restante da chita pra servir de toalha.
 O aparador que costuma ficar no hall de entrada foi arrastado pra sala e serviu de apoio pros pratos e talheres.
feijoada - aparador
No balcão da cozinha ficaram as cumbucas da feijoada, arroz, couve, laranja, farofa e um molhinho de caldo de feijão com pimenta.
feijoada - laranjas
 Também na cozinha, uma plaquinha ajudou os convidados a reconhecerem o que havia dentro da cumbuca:
feijoada - panelas
 Em cima das mesas ficaram somente as flores e uma cocote com farofa:
feijoada - farofa
 Na pia as bebidas:
feijoada - bebidas
E ao lado da pia improvisei uma bancadinha com as bebidas que ficaram fora do gelo.
Usei uma sobra do tecido pra forrar essa bandeja e ela serviu pra acomodar os copos e duas garrafas de vodka. Assim os convidados puderam preparar suas próprias caipirinhas:
No aparador, ao invés de bolo e os tradicionais docinhos de aniversário, optei por frutas em compota. Figos e pêssegos, além de alguns cachos de uvas frescas.
 Foi assim, com comida quentinha e música animada que comemoramos os 34 anos do maridão!
logomarca ciranda2

  1. Lylia,
    A Mel é realmente muito caprichosa e torna a feijoada, um prato descontraído, num evento festivo.
    Aos poucos vou visitando as cirandeiras, porque estou longe e aproveitando ao máximo a companhia do filho e da nora.
    Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lylia Diogenes

Jornalista, blogueira, mãe, esposa, filha, sogra, amiga, irmã. Leitora voraz, curiosa, destemida, alegre, sensível, apaixonada pela vida, por animais, por viagens, por comidas gostosas, por boas bebidas, frio, silêncio, natureza, paz. Assim sou eu, do jeitinho que me vejo. Múltipla na unidade e acreditando, sempre, que o melhor está por vir.

Novidades!

Adicione esse tempero

” Cozinhar é o tipo de coisa que exige um pouco de paixão e ilusão.”

Nina Horta

Facebook

Publicidade

Pinterest

Google Plus

Categorias